sábado, 3 de fevereiro de 2007

saudade de casa e do Poko.

Cecília observa Degas.
O ferro não funciona direito.
Quem se importa
se Cecília vai aos Correios?
se Cecília come brioches?
se vira uma porca de gorda?
se fazem torresmo?
Cecília vai à Prainha.
Nem tem biquíni,
nem tem bolinha.
Tem boleta, Cecília?
Tem buceta, Cecília?
Ai, que sem-gracera sem fim.
Cecília quer abraçar a mamãe:
“abraço apertado até ter melhorado”.
Cecília está cheirando a Alvex.
Ela limpou a casa.
Cecília limpou a casa por dentro.

Um comentário: